Pescador se emociona ao reencontrar cachorro perdido no mar

Este pescador idoso explodiu de felicidade ao reencontrar o cachorro, que tinha caído no mar.

É difícil imaginar uma situação tão aflitiva quanto ver um grande amigo cair do barco e perder-se no mar. Foi justamente isso que aconteceu em Victoria (sudeste da Austrália): um pescador idoso passou pela experiência de ver Jack, o seu cachorro, sumir na profundeza das águas.

Alfonse Attard é um pescador de 75 anos. Certo dia, o idoso estava no barco com Jack, a algumas dezenas de metros da costa, quando uma onda mais forte e imprevisível virou a embarcação e jogou a dupla no mar.

pescador-reencontra-cachorro-perdido-no-mar

O salvamento

Em um barco de pesca vizinho, dois outros pescadores – Laurie Borg e seu filho Trever – observaram o acidente e partiram na missão de socorro. Em poucos minutos, eles conseguiram resgatar Attard e levaram-no em segurança para a praia. O homem, no entanto, insistiu para que procurassem Jack.

Jack é um jack russel terrier. Os cães da raça não estão acostumados com atividades aquáticas – eles foram desenvolvidos para a caça à raposa, na Inglaterra, no século 19. O cãozinho desta história, no entanto, sempre acompanhou o tutor em sua lide com redes e iscas.

pescador-reencontra-cachorro-perdido-no-mar

Depois de deixar Attard a salvo na costa, Laurie e Trever voltaram ao local do acidente, em busca do cachorro. O tutor esperava bastante ansioso, mas Jack foi esperto o suficiente para se segurar na proa do barco naufragado.

O jack russel se abrigou em uma bolha de ar formada embaixo d’água, na dianteira do barco emborcado. Quando os pescadores conseguiram finalmente virar a embarcação, lá estava Jack. Ele estava encharcado e provavelmente engoliu muita água salgada, mas estava são e salvo.

pescador-reencontra-cachorro-perdido-no-mar

Bastava então levar o segundo náufrago de volta para a praia. Quando o barco de resgate finalmente chegou ao píer – o salvamento durou apenas alguns minutos, mas para o tutor foram vários séculos –, Attard não conseguia se conter de tanta felicidade.

O jack russel terrier não se destaca pelas habilidades de natação e mergulho, mas é um cão ativo, atento e sempre muito agitado. Os cães da raça são indicados para tutores ativos, com uma rotina de exercícios físicos muito intensa – como é o caso de Attard, que, mesmo com 75 anos, ainda maneja sozinho o barco de pesca e passa os dias envolvido no trabalho.

Na verdade, o tutor não faz tudo sozinho: ele conta com a ajuda do seu fiel escudeiro, que nunca se afasta do melhor amigo. Jack já aprendeu a ajudar a recolher as redes e fica muito atento para que nenhum peixe escape do barco.

pescador-reencontra-cachorro-perdido-no-mar

Attard pulou de alegria no ancoradouro, quando viu Jack se aproximando. Considerando o porte do jack russel terrier – a altura na cernelha não ultrapassa 30 cm e as pernas são relativamente curtas –, quando o barco virou na água, o tutor não tinha muita esperança de reencontrá-lo com vida.

O resgate de Jack foi filmado por outros frequentadores da região e publicado nas redes sociais. Na página do Facebook do “9 News Perth”, um programa de TV australiano, o vídeo foi visualizado por nove milhões de internautas.

O responsável pelo vídeo conseguiu captar a reação de Attard no momento do reencontro. O pescador apenas acolheu Jack em seus braços, o embalou como se fosse um bebê e ficou com os olhos marejados de lágrimas.

pescador-reencontra-cachorro-perdido-no-mar

“Como você está se sentindo?”, perguntou alguém provavelmente ao lado da câmera. O tutor não respondeu diretamente. Apenas disse: “Ele vai ficar bem, ele vai ficar bem”. Com certeza, Attard não estava falando apenas sobre Jack. Depois do susto – e do final feliz –, esta dupla ficou muito bem.

Comentando as imagens, um internauta escreveu: “Se todas as notícias fossem sobre felicidade, o mundo seria um lugar muito melhor”. O vídeo realmente é emocionante. A reação de Attard mostra toda a alegria que ele sentiu ao pegar Jack no colo de novo. A amizade e a ternura existente entre os dois fica evidente.

Mais uma característica sobre a raça: o jack russel terrier é um campeão de longevidade, com diversos registros de animais superando os 20 anos. Jack, o cãozinho australiano, acompanha a lida do pescador Attard há quase 18 anos. Ele também é idoso, mas conseguiu sobreviver a um naufrágio.

Veja o vídeo do reencontro:

Por favor, compartilhe isso com seus amigos e familiares.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário