Mulher não consegue entender por que as pessoas olham tanto para seu cachorro

Ela estava intrigada até descobrir por que a cachorra estava chamando atenção dos transeuntes.

Era apenas mais um passeio comum, daqueles que acontecem todas as manhãs. Em certo momento, no entanto, esta mulher começou a ficar desconfiada: ela não conseguia entender por que as pessoas à volta olhavam com tanta insistência para ela e a sua cachorra. O que elas poderiam estar fazendo para chamar tanta atenção?

Quando estamos caminhando pela rua e, sem nenhum motivo aparente, outras pessoas começam a prestar atenção em nossos movimentos, é natural que comecemos a desconfiar de que alguma coisa está errada.

Mulher não consegue entender por que as pessoas olham tanto para seu cachorro

Talvez a roupa esteja rasgada. Talvez um zíper esteja aberto, revelando mais do que queremos mostrar. Muitas mulheres começam a imaginar que a maquiagem está borrada e os mais inseguros chegam a pensar que são feios demais, inadequados demais para estar transitando no local.

Um passeio chamativo

Peggy Kern estava apenas passeando com a cachorra, Minnie, em uma manhã ensolarada. Um dia perfeito para relaxar. No início, tudo estava correndo bem, mas em pouco tempo todas as pessoas à volta começaram a prestar muita atenção na dupla.

A tutora é uma estudante de Direito que vive em Chicago (Illinois, noroeste dos EUA) com Minnie, a quem a tutora descreve como uma “legítima mestiça de american staffordshire terrier, pitbull e husky siberiano”.

Minnie é uma adorável cachorrinha preta, com características dessas e de outras raças caninas: uma representante dos vira-latas. Peggy aprecia quando pessoas estranhas param para admirar a peluda, mas as reações, naquela manhã, estavam sendo exageradas.

Mulher não consegue entender por que as pessoas olham tanto para seu cachorro

A tutora estava usando fones de ouvido durante a caminhada: ela estava aproveitando para escutar um audiolivro enquanto passeava com Minnie. Peggy não fazia ideia do que estava acontecendo, não havia nenhum motivo especial para tanta “atenção alheia”.

Peggy estava ficando cada vez mais incomodada em ser o centro das atenções. A estudante é intercambista, tendo chegado há poucos meses de Luoyang, na China. Apesar de ser uma cidade grande – já foi capital do país algumas vezes –, Luoyang está longe da agitação de Chicago.

A jovem estava preocupada que houvesse alguma coisa errada nas suas roupas ou no seu rosto. Algo estava despertando o interesse dos passantes. Peggy desligou o audiolivro e retirou os fones, tentando entender o motivo das reações.

Então, depois de um tempo, a cachorra voltou-se para a tutora. Minnie tem o costume de caminhar na frente de Peggy, sempre interessada no que está por vir. Mas, quando a peluda virou o rosto, a estudante entendeu imediatamente as razões dos olhares – e caiu na gargalhada.

Fora dos ambientes familiares, os chineses costumam ser comedidos. Peggy sempre tenta se confundir na multidão, mas, naquele momento, em plena calçada movimentada, ela não conseguia parar de rir.

Em algum momento do passeio, Minnie tinha encontrado uma chupeta no chão. A cachorra resolveu pegar o objeto e incorporá-lo ao seu “patrimônio pessoal”. O motivo de tanta atenção é que Peggy estava passeando com uma cachorra que tinha uma chupeta na boca!

Mulher não consegue entender por que as pessoas olham tanto para seu cachorro

Tudo passou a fazer sentido imediatamente. Minnie, uma cachorra com a pelagem toda preta, estava com uma reluzente e chamativa chupeta branca na boca. A cachorra ficou tão empolgada com o seu “tesouro” que a tutora permitiu que ela continuasse com ele por um tempinho.

Evidentemente, em poucos instantes Minnie começou a destruir o objeto. Para proteger a cachorra, antes que ela despedaçasse a chupeta e acabasse engolindo algum pedaço, a tutora tirou o brinquedo da boca da peluda, que não ficou nada satisfeita com o confisco.

O dia, que teve um começo absolutamente normal e tranquilo, acabou ficando marcado na memória de Peggy. Minnie encontrou uma maneira especial de transformar a caminhada em uma brincadeira emocionante, muito empolgante.

Os cachorros são sempre assim, sempre adoráveis. Eles conseguem transformar situações comuns e cotidianas em momentos inesquecíveis. As imagens de Minnie com a chupeta na boca – e a história da reação das pessoas que a viram – foram postadas nas redes sociais e conquistaram milhões de internautas.

Minnie não faz sucesso apenas nas ruas. As fotos da chupeta foram visualizadas por mais de 600 mil seguidores apenas no Tik Tok. A cachorra, aliás, é uma figurinha carimbada: em mais da metade dos posts de Peggy, a peluda é a atração principal.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário