Menino salva cachorro, leva ao veterinário e por fim o adota

Ele pagou a consulta com as próprias economias. Este menino é um herói para o cachorro.

Nicolás, um menino de apenas sete anos que mora com a família em Rosário (Província de Santa Fé, na região central da Argentina). Ele se tornou um herói ao salvar um cachorro, vítima de maus tratos. O garoto levou o cãozinho ao veterinário, pagou a consulta com as próprias economias e acabou levando o peludo para casa.

O menino saiu de casa para andar de bicicleta: era apenas mais um dia comum na vida de Nicolás. O fato que ele presenciou, no entanto, encheu-o de revolta – tanto quanto pode sentir uma criança de apenas sete anos.

menino-salva-cachorro-leva-ao-veterinario-e-por-fim-o-adota

Nico, como é chamado pelos familiares, avistou um grupo de meninos entre oito e 12 anos maltratando um cachorro ainda filhote. As crianças, às vezes, podem ser bastante violentas. Mesmo sozinho e menor do que os adversários, Nico não pensou duas vezes e partiu em defesa do cãozinho.

Resgate e salvamento

Nicolás estava pedalando no bairro de Las Heras, junto a uma vala aberta para escoar água, na zona sul de Rosário, quando avistou o grupo. Eram quatro crianças mais velhas do que ele. Eles tinham colocado o cãozinho em um caixote de papelão, que era chutado e mergulhado nas águas da poça.

menino-salva-cachorro-leva-ao-veterinario-e-por-fim-o-adota

O filhote corria o risco de morrer afogado, ou talvez de ter algum osso fraturado com os pontapés. Mas Nicolás sempre foi amante dos animais e não poderia admitir tamanha crueldade. Ele pediu que o grupo parasse imediatamente com a agressão e correu em busca da mãe, para pedir ajuda.

O menino voltou correndo para casa. Gisela, a mãe de Nicolás, largou tudo que estava fazendo imediatamente e foi verificar o que estava acontecendo. Ela pegou o grupo em flagrante, que continuava se divertindo ao observar a reação do filhote, que tentava sem sucesso se livrar da água e das agressões.

Nicolás e Gisela conseguiram interromper a violência. O grupo de agressores saiu correndo, talvez em busca de outra vítima, enquanto mãe e filho prestavam os primeiros atendimentos ao cãozinho, que estava visivelmente apavorado e aflito.

menino-salva-cachorro-leva-ao-veterinario-e-por-fim-o-adota

Nico não conseguia entender por que as crianças tinham sido tão más com o filhote. À imprensa local, Gisela contou que, se não fosse pelo menino, o cachorro teria morrido: “Eles estavam dispostos a ceifar uma vida. Se Nicolás não tivesse intervindo, o cãozinho não sobreviveria”.

Mas a ação heroica de Nicolás não terminou aí. Ele e a mãe levaram o cãozinho para casa, deram um banho e acalmaram o peludo. Depois dos cuidados necessários, o menino ainda teve a ideia de levar o animal ao médico.

Nico abriu o cofrinho, recolheu as moedas e foi com a mãe para o consultório veterinário. Ele pagou as despesas com as próprias economias (logicamente, a mãe contribuiu, tendo o cuidado de não deixar que o menino percebesse).

menino-salva-cachorro-leva-ao-veterinario-e-por-fim-o-adota

A mãe ainda declarou aos repórteres: “Ele tem um coração de ouro e é um fervoroso amante dos animais desde muito jovem. Nico é a criança mais sensível que existe e nunca permitiria que o cachorro fosse machucado”.

As fotos do resgate e do atendimento veterinário foram postadas mais tarde nas redes sociais e cativaram dezenas de milhares de internautas, que se impressionaram com a atitude de uma criança tão jovem em defesa do cachorrinho. Nico estava realmente decidido a impedir que qualquer mal acontecesse ao peludo – e, no final da história, ele conseguiu atingir o objetivo a que tinha se proposto.

Depois de tantas aventuras, Gisela e Nico se sentiram naturalmente atraídos pelo cãozinho. O menino pediu, a mãe concordou e o peludo foi acolhido pela família. Ele recebeu o nome de Esteban, está seguro e muito feliz com os parentes que encontrou.

Mas a casa já era habitada por outros pets e, por isso, Gisele pediu que um primo, ativista dos direitos dos animais, publicasse a história do salvamento e resgate, para tentar encontrar um lar definitivo para Esteban.

menino-salva-cachorro-leva-ao-veterinario-e-por-fim-o-adota

O heroísmo de Nico viralizou, milhares de usuários curtiram e compartilharam a história e centenas de pessoas se apresentaram para adotar o cachorrinho. Mas a história teve uma última reviravolta.

O cãozinho se acostumou à nova rotina e ficou muito apegado a Nico. Todos os dias, Esteban ficava esperando o amigo voltar da escola, para as brincadeiras diárias. Observando o comportamento da dupla, Gisela concluiu que separar Nico e Esteban seria impossível. Assim, os dois se tornaram irmãos oficialmente.

Nico, no entanto, ainda não conseguiu esquecer a maldade. Todas as vezes que ele fala sobre o ocorrido, lágrimas de dor escorrem pelo seu rosto. Ele está feliz com o novo amigo, mas não esquece a cena de crueldade que testemunhou.

Esta é a “santa ira”, a capacidade de se indignar frente a atos violentos e arbitrários. Nicolás é um exemplo, para todos que conhecem a sua história, de que é nosso dever, sempre, ajudar na medida das nossas forças e nunca silenciar diante do mal.

Vídeo contado a história do heroísmo deste menino:

Por favor, compartilhe isso com seus amigos e familiares.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário