Casal enfrenta horas na estrada para adotar um cachorro idoso

Um casal viajou durante horas para adotar um cachorro beagle idoso. Confira a história.

Ao navegar na internet, Taylor (o sobrenome não foi divulgado) encontrou um anúncio no Facebook: uma fêmea de beagle estava sendo doada. Não havia nenhum custo envolvido, mas pedia-se urgência na adoção. A mulher e o namorado enfrentaram horas na estrada para resgatar a peluda.

Os cachorros abandonados sofrem bastante quando são levados aos abrigos. É uma situação sempre mais confortável do que a vida nas ruas, mas ainda assim é cheia de privações e limitações. Enquanto esperam a adoção, os peludos são mantidos em cubículos, com poucas atividades físicas, pouca atenção e quase nenhum afeto.

casal-enfrenta-horas-na-estrada-para-adotar-um-cachorro-idoso

Quando se trata de um animal idoso, as perspectivas são ainda piores: a maioria dos candidatos pretende adotar cães jovens, de preferência ainda filhotes, sem atentar para o fato de que a adaptação de um cachorro adulto é sempre mais fácil e rápida; com isso, os velhinhos ficam no final da fila: em muitos casos, até o final da vida.

A adoção de Maple

Taylor ficou emocionada quando viu o anúncio nas redes sociais. A jovem mora na Flórida (sudeste dos EUA) e, mesmo já vivendo com um cachorro resgatado – Cooper –, ela decidiu que havia espaço para mais um membro na família.

Havia um problema: Maple, a beagle, estava abrigada há 300 km da Flórida e o anúncio pedia urgência – de preferência, que os interessados se apresentassem ainda naquele fim de semana. Era uma viagem urgente.

casal-enfrenta-horas-na-estrada-para-adotar-um-cachorro-idoso

Com o apoio do namorado, Taylor resolveu fazer a viagem. O casal pegou a estrada em direção ao abrigo, para conhecer Maple e talvez introduzi-la na pequena família. Cooper ficou na casa do vizinho, esperando o retorno dos pais.

Maple não estava em boas condições de saúde, e o canil que a mantinha deixou isso claro na postagem feita no Facebook. Taylor encontrou uma cachorra magra, desnutrida, cheirando mal. Ela precisava ser escovada e ter as unhas aparadas com urgência. A beagle, na verdade, era um verdadeiro desafio.

casal-enfrenta-horas-na-estrada-para-adotar-um-cachorro-idoso

Mesmo assim, Taylor e o namorado estavam decididos a dar uma nova oportunidade para a peluda. Depois de três horas de viagem, o casal conheceu a cachorra, triste e muito tímida, e rapidamente providenciou a documentação para adotá-la.

A vida de Maple não tinha sido fácil até o encontro com Taylor – as condições em que ela se apresentava eram testemunhas de longos períodos de maus tratos e negligência. Mesmo assim, foi possível ver um brilho nos olhos da beagle: ela parecia aliviada por finalmente deixar o passado para trás.

casal-enfrenta-horas-na-estrada-para-adotar-um-cachorro-idoso

Felizmente, a espera tinha chegado ao fim. Os funcionários do abrigo ainda se entreolharam incrédulos quando Taylor e o namorado deixaram o local com Maple no colo. Uma adoção muito improvável tinha acontecido naquele dia e isto era motivo para comemorações.

A cachorra se instalou no banco traseiro do carro e provavelmente achou que o assento era a cama mais confortável que ela já tinha experimentado em toda a vida. Maple se enrodilhou como uma bolinha e dormiu durante a maior parte da viagem de volta.

Na casa nova, mesmo com certo ar de alívio, a beagle fazia de tudo para passar despercebida. Nos primeiros dias, ela dormiu praticamente o tempo todo. Mas Taylor não pretendia deixar que a cachorra ficasse infeliz.

casal-enfrenta-horas-na-estrada-para-adotar-um-cachorro-idoso

Para garantir a alegria e bem-estar de Maple, a tutora contou com a ajuda providencial de Cooper, que fez de tudo ao seu alcance para ambientar a nova irmã. A beagle foi levada ao veterinário, que não identificou nenhuma doença grave.

Mesmo assim, Maple precisava de alimentação reforçada, espaço para se exercitar e muito carinho. Para sorte da peluda, Cooper, Taylor e o namorado estavam prontos para fornecer tudo o que a beagle precisava – e merecia.

Aos poucos, Maple foi saindo da concha. Cooper fez questão de apresentar todos os ambientes da casa. Ele também se tornou o “guia oficial” nos primeiros passeios, inclusive na praia. A cachorra lentamente começou a mostrar uma personalidade extrovertida, dócil e muito amorosa.

casal-enfrenta-horas-na-estrada-para-adotar-um-cachorro-idoso

Agora, Maple quer explorar tudo. Ela acorda o irmão todas as manhãs, sempre pronta para brincar e descobrir coisas novas. A beagle finalmente descobriu o significado de coisas simples, como carinho, alguns petiscos e muitas coçadelas nas orelhas e na barriga.

Maple passou por uma transformação significativa, graças aos esforços do casal, que viajou algumas horas para resgatá-la e abrigá-la em um ambiente saudável e amoroso, e ao irmão, que não se cansa em proporcionar bons momentos para ela.

Não é possível saber quanto tempo Maple ainda tem pela frente, antes de seguir para o céu dos cachorros. O importante, porém, é que ela está feliz, recebendo atenção e carinho dos pais e de Cooper. A beagle tem qualidade de vida e está fazendo toda a família muito contente.

Veja o vídeo abaixo para conhecer à história de Maple:

Por favor, compartilhe isso com seus amigos e familiares.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário