Cachorro idoso e doente faz a última viagem antes de atravessar o arco-íris

O cachorro embarcou com a família em uma última viagem, antes da despedida final.

A morte é uma etapa natural da vida. Mas, apesar de ser uma das únicas certezas que temos, ela quase sempre é envolvida em tristeza, negação e ansiedade. A família deste cachorro idoso, no entanto, resolveu aproveitar os últimos dias de convivência em uma última viagem – uma viagem inesquecível para todos.

Cachorro-idoso-faz-a-ultima-viagem

Poh – este era o nome do cachorro idoso – ganhou inclusive uma página exclusiva no Instagram. O peludo assim se apresenta: “Eu sou um cachorro vira-lata que desenvolveu falência renal, mas viu os EUA de costa a costa com meu tutor, Thomas Neil Rodriguez, o DJ Neil Armstrong”.

Durante as aventuras de Poh e Neil – e Yuko, a namorada do DJ –, o perfil do cachorro na rede social recebeu 1.564 publicações, reuniu mais de 86 mil seguidores e recebeu curtidas e comentários de mais de um milhão de internautas. Além disso, a história foi testemunhada por milhares de americanos.

Cachorro-idoso-faz-a-ultima-viagem

A última viagem

Poh viveu até os 15 anos de idade. Ele morava em Queens, um dos mais tradicionais “boroughs” (burgos ou bairros) de Nova York, na costa oeste dos EUA. Quando ele já era um cachorro idoso, o veterinário diagnosticou falência renal dupla: o peludo não teria muito tempo de vida.

Cachorro-idoso-faz-a-ultima-viagem

Neil resolveu que, se Poh teria pouco tempo na Terra, esse período deveria ser o mais agradável e divertido possível. Inicialmente, ele decidiu levar o cachorro para conhecer o oceano Pacífico: “Sempre quis que ele nadasse”, contou o tutor à ABC News, um dos noticiários televisivos com mais audiência no país.

Neil relatou os planos de viagem tranquilamente, sem dar grande importância que, para cruzar os EUA do Atlântico ao Pacífico, é necessário percorrer quase 4.700 km. Mas a última viagem foi ainda mais longa: o grupo rodou mais de 19,3 mil km e conheceu 35 cidades.

Cachorro-idoso-faz-a-ultima-viagem

Para o tutor, era apenas uma grande aventura, digna da amizade e da lealdade de Poh. Na entrevista, Neil disse ainda considerar ser “abençoado por realmente ter conseguido fazer isso. As pessoas pensam que eu cuido do Poh, mas, na verdade, é ele que cuida de mim”.

Poh entrou na vida de Neil quando ainda era um filhote de apenas oito semanas, em 1999 – ele foi encontrado em um abrigo em Nova York. Desde o primeiro instante, eles se tornaram os melhores amigos. O tutor sempre incluiu o cachorro nas suas atividades – era difícil ver Poh sem Neil ou Neil sem Poh.

Cachorro-idoso-faz-a-ultima-viagem

O cachorro nunca tinha se afastado muito de Nova York, cidade em que nasceu e viveu com Neil. Em alguns meses, no entanto, o trio circulou por todo o país. A viagem teve início em março, quando o frio do inverno estava se despedindo.

Por isso, Poh pôde desfrutar de temperaturas amenas durante a grande aventura – a maior de toda a sua vida e também a última. Foram sete semanas rodando por diversos Estados, paisagens e climas.

A viagem não contou com um planejamento detalhado. As condições de saúde de Poh não eram nada boas – com a insuficiência renal, ele desenvolveu uma série de outras doenças. Por isso, a família saiu pelas estradas americanas sem destino.

Cachorro-idoso-faz-a-ultima-viagem

O destino final eram as praias da Califórnia: Neil insistia que o cachorro deveria nadar no oceano Pacífico – isto aconteceu mais de dois meses depois da partida, em uma praia ao norte de San Diego. Mas, pouco antes disso, em Los Angeles, o cachorro SRD chegou a posar inclusive com o famoso letreiro de Hollywood ao fundo.

No caminho, do nordeste para o sudoeste dos EUA, a família passou pela Carolina do Norte, Tennessee, Arkansas, Missouri, Kansas, Nebraska, Wyoming, Idaho, Oregon, Nevada, Utah, Colorado, Oklahoma, Texas, Novo México e Arizona, até cruzar a fronteira com a Califórnia.

Cachorro-idoso-faz-a-ultima-viagem

Entre outros pontos turísticos, Poh conheceu locais de batalhas da Guerra da Secessão (1861-1865), o parque de diversões Silver Dollar City, as esculturas do monte Rushmore, as barcaças do rio Mississippi, os desfiladeiros do Colorado e cruzaram florestas e desertos. As fotos no Instagram mostram boa parte dos passeios e explorações.

Finalmente, a família voltou para casa – Poh gostou muito de respirar novamente o ar do Queens. Ele ainda passou alguns dias atrás de Neil, até que, atendendo aos conselhos médicos, o tutor concordou em colocar o cachorro para descansar.

Cachorro-idoso-faz-a-ultima-viagem

Agora, Poh está no céu dos cachorros, contando as suas aventuras para os peludos que também tiveram de dizer adeus aos seus humanos.

Cachorro-idoso-faz-a-ultima-viagem

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário