Cachorro ganha banquinho para ‘fofocar’ com os cães vizinhos

Para superar um muro alto, cachorro sobe em banquinho para conversar com os vizinhos. 

Um cachorro ganhou um banquinho para poder observar o que aconteceu no quintal vizinho, cuja visão é encoberta por um muro alto. Ele aproveita o “auxílio” para observar os cachorros da casa ao lado, fofocar e colocar a conversa em dia. 

De um lado do muro, estão Vito e Bambino, dois dogues alemães (um preto e outro arlequim)) que não têm problemas para espiar o quintal do vizinho – um macho da raça atinge facilmente os 85 cm de altura na cernelha e Freddy, o maior cachorro do mundo, de acordo com o Livro Guinness dos Recordes, era um dogue alemão (ele atingia mais de dois metros quando levantava as patas dianteiras). 

Cachorro ganha banquinho para 'fofocar' com os cães vizinhos
CRÉDITOS: ROBERT CARNES

Do outro lado, está Giuseppe. Ele não pode ser considerado pequeno – trata-se de um retriever do Labrador chocolate, e os cães da raça ultrapassam os 60 cm de altura. Mesmo assim, Giuseppe tinha dificuldades para superar o obstáculo e conversar com os colegas do outro lado. 

Giuseppe, Vito e Bambino 

Apesar dos nomes italianos, os três cachorros são americanos e residem em Boise, capital de Idaho (noroeste dos EUA). Em março de 2020, Giuseppe e Vito ganharam um novo vizinho, com a mudança da família de Bambino para a casa vizinha. 

A chegada de um cachorro diferente causou excitação entre os dogues alemães – afinal, novas amizades são sempre bem-vindas. Para o Labrador, no entanto, as coisas não saíram tão bem: ele não conseguia vir o que acontecia do outro lado. 

Cachorro ganha banquinho para 'fofocar' com os cães vizinhos
CRÉDITOS: ROBERT CARNES

O muro é muito alto e, de acordo com a fotógrafa Afton Tarin, tutora de Vito e Bambino, o cachorro vizinho ficava tentando pular e farejar os novos amigos. Então, a família de Giuseppe teve uma grande ideia: instalar um banquinho junto ao muro, para que o Labrador pudesse “conversar” livremente com os amigos, sem necessidade de pular ou seguir rastros. 

Robert Carnes, tutor do Labrador, diz que Giuseppe pulava furiosamente para tentar avistar o quintal ao lado e ele sempre pensava consigo mesmo: “Se pelo menos ele tivesse um banquinho…” Então, ele se lembrou de que tinha um banquinho sobrando.

Cachorro ganha banquinho para 'fofocar' com os cães vizinhos
CRÉDITOS: VITO.AND.BAMBINO

Os filhos de Robert encostaram o banquinho no muro e Giuseppe rapidamente entendeu a utilidade do móvel. Ele escalou o banco de plástico e conseguiu papear à vontade. Robert fotografou a cena e enviou o registro para Afton, que aprovou totalmente a ideia. 

Cachorro ganha banquinho para 'fofocar' com os cães vizinhos
CRÉDITOS: ROBERT CARNES

Ao The Dodo – site especializado em publicações sobre animais de estimação e domésticos, Afton declarou: “Minha reação inicial foi explodir de tanto dar risada. Vendo as patas estendidas e o rabo balançando, borrado na imagem, em função da velocidade frenética, eu não pude evitar. Tão curioso e fofo. Olhar a imagem traz uma sensação de bem-estar”. 

A amizade dos cães estendeu-se para as duas famílias humanas. Desde que o banco foi “inventado” junto ao muro, os dois tutores decidiram passear juntos com os três cães, que, em alguns minutos diários, não têm obstáculos para demonstrar o quanto se gostam. 

Cachorro ganha banquinho para 'fofocar' com os cães vizinhos
CRÉDITOS: VITO.AND.BAMBINO

As crianças se divertem e os vizinhos se tornaram mais próximos. Tudo por causa da curiosidade de Giuseppe e da disponibilidade de Vito e Bambino. Sem dúvida, este é o melhor relacionamento que humanos e caninos podem estabelecer. 

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário