Cachorro de rua se recusa a deixar sua amiga ferida até que sejam resgatados juntos

Este cachorro de rua recusou-se a abandonar a amiga ferida. A dupla está quase pronta para adoção.

Dois cachorros de rua foram encontrados próximos a uma avenida. A fêmea tinha sido atropelada e estava ferida, mas o amigo recusou-se a abandoná-la e protegeu-a dos perigos até que o resgate recolheu a dupla, que agora está quase pronta para a adoção.

Quando o resgate finalmente chegou, foi possível verificar que a cachorra, apelidada de Betty White, estava muito machucada. Allen, o fiel escudeiro, provavelmente conseguiu levá-la para um local mais seguro, afastado do trânsito, e montou guarda para impedir que a cachorra fosse molestada e sofresse danos ainda maiores.

cachorro-de-rua-defende-a-amiga-ferida
BETTY WALTER

O resgate

Betty Walter, moradora de Houston (a maior cidade do Texas, no sul dos EUA), é uma resgatadora experiente. Nesse dia, ela recebeu uma ligação telefônica de uma amiga, informando a localização dos dois cachorros – de acordo com a informação, um deles estava aparentemente machucado.

Walter estava no trabalho no momento da chamada e também sabia que não tinha condições de receber mais cães em sua casa. A resgatadora tem o hábito de recolher animais de rua e providenciar a realocação deles, mas estava sem tempo nem espaço para acolher outros cachorros.

Mesmo assim, Walter passou o restante do dia pensando nos animais em risco, estacionados em uma região com muito fluxo de automóveis e caminhões. Ela disse à amiga que, no final do expediente, tentaria localizar o cachorro ferido.

cachorro-de-rua-defende-a-amiga-ferida
BETTY WALTER

No final da tarde, a resgatadora foi até o local indicado. Intimamente, Walter torcia para que o animal já tivesse sido socorrido, mas, quando chegou, encontrou uma cachorra de pelagem branca nitidamente ferida, com dificuldade de locomoção.

Ao lado dela, outro cachorro aparentemente ileso estava montando guarda. Ao se aproximar, Walter tinha visto o animal preto e branco avançando contra outros cachorros, para afastá-los da amiga acidentada.

Os cachorros, mais tarde batizados como Betty White e Allen, estavam em uma área gramada, relativamente longe da avenida. A reação inicial de Allen em relação a Walter não foi das mais amistosas: a resgatadora teve de usar toda a sua experiência para convencer o peludo de que ela estava ali para ajudar.

Ao saber que Walter tinha decidido fazer alguma coisa pela cachorra atropelada, a amiga que tinha ligado horas antes também se dirigiu para o local. Ao que tudo indica, Allen sabia que a parceira de rua estava ferida e tinha decidido não deixar que nada de mal acontecesse a ela.

Walter desembarcou do carro e aproximou-se cautelosamente. Allen correu em direção a ela, pronto para mostrar os seus “argumentos”, caso a mulher quisesse tentar alguma coisa contra a amiga. A resgatadora conseguiu convencer o cachorro de que estava ali em missão de paz.

Depois de ganhar a confiança de Allen, Walter começou a remover Betty White. Foi necessário um pouco de esforço físico, porque se tratava de uma cachorra de grande porte sentindo muita dor e desconforto.

cachorro-de-rua-defende-a-amiga-ferida
BETTY WALTER

A amiga de Walter ajudou-a a colocar a cachorra dentro do carro. Depois de acomodá-la no banco traseiro, a resgatadora tentou atrair Allen: era evidente que ele não queria se separar da colega de rua. O cachorro também entrou no carro.

“Se Betty White será levada para algum lugar, eu preciso ir junto, para garantir que nada de mal aconteça”, deve ter pensado Allen. Walter levou a dupla diretamente para uma clínica veterinária em Houston.

A equipe do hospital já conhece Walter de longa data: Betty White não era a primeira paciente que a resgatadora trazia para atendimento de emergência. Durante a avaliação clínica, Allen permaneceu o tempo todo junto com a amiga e com Walter.

Resgate em dose dupla

Walter, a essa altura, já sabia que precisaria cuidar dos dois cães. De acordo com a resgatadora, é difícil encontrar candidatos a adoção dispostos a aceitarem cachorros de grande porte, especialmente adultos. A mulher sabia que teria de cuidar tanto de Betty White, quanto de Allen.

A cachorra foi diagnosticada com uma fratura no quadril. Ela precisou ser submetida a uma cirurgia para fixar os ossos. Felizmente, o quadro de saúde geral de Betty White era satisfatório e ela superou rapidamente o procedimento.

cachorro-de-rua-defende-a-amiga-ferida
BETTY WALTER

Enquanto isso, Allen foi para casa com Walter. O cachorro se adaptou à nova rotina, mas continuava se mostrando aflito e ansioso: sempre que a resgatadora saía de casa, Allen queria ir junto com ela: ficou claro que ele sentia falta da amiga.

Enquanto Betty White permaneceu internada, Allen foi autorizado a visitá-la algumas vezes. Enfermeiros e médicos ficaram impressionados com o cachorro, não apenas em função da lealdade à amiga, mas também em relação ao comportamento e à gentileza.

A cachorra teve alta e foi acolhida na casa de Walter. Ela ainda precisa de algumas sessões de fisioterapia, mas já recuperou a agilidade e a vivacidade. Em breve, Allen e Betty White estarão prontos para a adoção.

Walter espera encontrar uma família disposta à adoção conjunta. Depois que tudo por que passaram, não seria justo separar a dupla. Os dois cachorros são amorosos, educados e já deram provas de lealdade e fidelidade. Trata-se de uma oportunidade imperdível para quem vive no Texas e tem espaço para acolher dois peludos.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário