Cachorro cego é abandonado e depois adotado junto com o seu cão-guia

Dois cães foram abandonados na Inglaterra. Um deles é cego e foi encontrado com o cão-guia.

O episódio aconteceu em Hartlepool, uma cidade portuária no nordeste da Inglaterra. Dois cachorros foram abandonados. Um deles, o jack russel terrier Glenn, é cego, e conta com o apoio do seu próprio cão-guia: Buzz, um staffordshire bull terrier, que também faz as vezes de guarda-costas.

Os dois cães apareceram perambulando nas ruas da cidade, aparentemente sem destino. Eles estavam aparentemente bem de saúde, mas famintos e com sinais de exaustão. Moradores de Hartlepool acionaram um abrigo particular local, que imediatamente iniciou a busca dos peludos.

Cachorro cego é abandonado e depois adotado junto com o seu cão-guia
Créditos: FACEBOOK/STRAYAID

O abrigo

Os dois animais foram resgatados por voluntários da Stray Aid, uma entidade sediada no Condado de Durham, que atua desde 2006 e já encaminhou centenas de cães e gatos. Trata-se de dois cães idosos: a idade de Glenn foi estimada em dez anos; Buzz é um pouco mais novo, com nove anos aproximadamente.

Cachorro cego é abandonado e depois adotado junto com o seu cão-guia
Glenn (esquerda) e seu amigo guia Buzz (direita). Créditos: FACEBOOK/STRAYAID

A equipe da Stray Aid ficou impressionada com a amizade dos dois peludos. Eles fazem tudo juntos – no abrigo, eles dividiam a mesma cama para as sonecas e cochilos. Glenn, que é totalmente cego, é sempre conduzido por Buzz – para brincadeiras, refeições, exercícios, etc.

A dupla quase certamente vivia na mesma casa e demonstra ser muito unida. O staffbull Buzz também revela o seu lado defensor, impedindo que qualquer animal mais agressivo se aproxime do companheiro.

Cachorro cego é abandonado e depois adotado junto com o seu cão-guia
Créditos: FACEBOOK/STRAYAID

Em geral, os cães cegos apresentam alto grau de adaptabilidade: em pouco tempo, eles conseguem se orientar entre móveis e paredes, encontrar brinquedos e tigelas de água e ração, brincar com toda a família.

Nas ruas e durante os primeiros dias no abrigo, no entanto, Glenn se ressentiu das diferenças. O espaço totalmente novo e a ausência das pessoas que serviam a ele de referência dificultaram bastante a vida do cachorrinho.

Cachorro cego é abandonado e depois adotado junto com o seu cão-guia
Créditos: FACEBOOK/STRAYAID

Também por isso, ele se apegou ainda mais ao seu cão-guia. Buzz dificilmente se afasta mais de alguns poucos metros de Glenn e está sempre atento para ajudar o amigo a superar as dificuldades e obstáculos que vão se apresentando.

No abrigo, foram feitos alguns experimentos para avaliar a parceria. Voluntários afastavam Buzz alguns metros – apenas o suficiente para o cachorro perder o contato visual com o parceiro. A reação era sempre a mesma: o jack russel começava a chorar e o staffbull, a latir e correr na direção do amigo.

A adoção

Os dois cachorros inseparáveis foram avaliados e estavam em boas condições gerais de saúde. Imediatamente, a equipe da Stray Aid colocou Glenn e Buzz para adoção, apresentando os dois peludos em seu site.

Havia um problema: dadas as condições de Glenn, seria necessária uma adoção conjunta. Afinal, Buzz é o cão-guia do jack russel terrier, que confia plenamente no apoio do parceiro. Não seria possível separá-los.

Cachorro cego é abandonado e depois adotado junto com o seu cão-guia
Créditos: FACEBOOK/STRAYAID

No entanto, os cães da raça staffordshire bull terrier são considerados agressivos e pouco confiáveis. Apesar de atualmente serem adotados como animais de companhia, eles descendem diretamente dos antigos bull-and-terrier ingleses.

Estes cães (e outras raças desenvolvidas na sequência, como o buldogue inglês) foram empregados nos chamados “esportes sangrentos”: brigas entre cachorros e também entre estes e animais maiores, como ursos e touros.

A prática foi proibida há muito tempo: em 1835, as bull baitings (batalhas contra touros) e outros esportes foram banidos pelo Parlamento inglês. Mesmo assim, as rinhas clandestinas continuaram sendo organizadas (elas podem ser encontradas até os dias de hoje).

Cachorro cego é abandonado e depois adotado junto com o seu cão-guia
Créditos: FACEBOOK/STRAYAID

Raças como staffbull, amstaff (a versão americana do staffordshire), pitbull e bull terrier, entre outras, despertam medo e apreensão entre os candidatos a tutores. Efetivamente, são cães fortes e resistentes, mas a personalidade e o temperamento dependem fundamentalmente da forma como são criados.

O lindo caso de companheirismo e lealdade de Buzz e Glenn, no entanto, começou a despertar o interesse dos internautas. Apesar de o staffbull exibir a “cara de mau”, ele é um cão adorável e totalmente devotado ao jack russel.

As fotos e vídeos de Buzz e Glenn atraíram as atenções de internautas do mundo inteiro: não é todo dia que se pode observar um cão-guia tão devotado como este staffordshire bull terrier. O site da Stray Aid foi inundado com pedidos de informações enviados não apenas da Inglaterra, mas também dos EUA, Canadá, América do Sul e países da Europa.

Depois de analisar algumas centenas de pedidos de adoção, a Stray Aid anunciou finalmente a adoção de Glenn e Buzz. Os dois peludos já foram recebidos por uma nova família. Eles se tornaram o centro das atenções, já que os tutores não têm filhos humanos, nem outros animais de estimação.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário