Cachorro acompanha ambulância que transportava seu tutor até a unidade médica

O cachorro seguiu a ambulância, observou o atendimento médico e voltou para casa com o tutor.

Este é mais um exemplo da lealdade dos cachorros. Um peludo de Goiás seguiu o tutor, levado de ambulância até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), esperou o atendimento médico e finalmente voltou feliz com o amigo para casa.

Mandrake é um pastor alemão que deve estar em muito boa forma física. Ele percorreu oito quilômetros até a UPA, permaneceu na entrada do posto de saúde e voltou para casa com o amigo – mais uma vez, caminhando pela estrada.

Cachorro-acompanha-atendimento-medico-do-tutor

O paciente é portador de deficiência física e se locomove com ajuda de uma cadeira de rodas. Ele é paciente regular da UPA, porque sofre com escaras causadas pela limitação dos movimentos e precisa de atendimento médico com frequência.

Entenda o caso

Os cachorros são naturalmente leais e guardiães de toda a família: eles tentam evitar qualquer coisa que possa prejudicar os amigos humanos. O tutor de Mandrake, cuja identidade não foi revelada, sentiu-se mal e precisou de atendimento médico de emergência.

Cachorro acompanha ambulância que transportava seu tutor até a unidade médica
Foto: Arquivo Pessoal/Igor Paiva

Uma ambulância do SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) deslocou-se até a casa do tutor e conduziu-o até uma UPA de Mineiros, no sudoeste de Goiás. Igor Paiva, o médico responsável pelo resgate, registrou as cenas.

O condutor da ambulância foi alertado por outros motoristas, que vinham em sentido contrário: o cachorro estava acompanhando o resgate e talvez pudesse se envolver em um acidente de trânsito.

A equipe do SAMU acionou o gerente da UPA, Francisco Filgueiras Júnior, que autorizou o transporte do cachorro na ambulância, mas Mandrake não quis entrar na viatura: permaneceu acompanhando o carro a certa distância.

As imagens capturadas pelo médico foram postadas na página @iggpaiva, do Tik Tok. As cenas de devoção do pastor alemão em relação ao seu tutor receberam a música “Amigo estou aqui”, da trilha sonora de “Toy Story”.

O devotamento do cachorro foi registrado um pouco mais tarde, quando a ambulância finalmente chegou ao posto de saúde. Mandrake permaneceu do lado de fora, observando o movimento, aflito para ter notícias do tutor.

Um usuário da UPA registrou as cenas. Em determinado momento do vídeo, o pastor alemão se levanta sobre as patas traseiras, para tentar visualizar melhor o que estava acontecendo com o tutor.

Por questões de higiene e saúde, o cachorro não foi autorizado a entrar na unidade de saúde, mas permaneceu o tempo todo em frente à porta. Sensibilizada, a equipe de saúde posicionou a maca em que o tutor ficou deitado em observação na entrada da UPA, para que o peludo pudesse acompanhar o atendimento.

Mandrake ficou o tempo todo próximo à maca, observando atentamente tudo que era feito com o tutor. Enquanto médicos e enfermeiros agilizavam o atendimento, houve muito tempo para várias pessoas perceberem o carinho e cuidado do peludo.

Cachorro acompanha ambulância que transportava seu tutor até a unidade médica
Foto: Arquivo Pessoal/Igor Paiva

O pastor alemão ganhou ração e água fresca, que foram servidas ao lado da porta de entrada da UPA. O animal, no entanto, estava mais preocupado em reaver o tutor. Não é possível saber o que o peludo estava pensando, mas deve ser traumatizante ver um amigo passar mal, ser levado para um local desconhecido e não poder se aproximar.

O médico responsável pelo atendimento – e pelas primeiras imagens da ação de Mandrake para acompanhar o tutor – foi entrevistado pela imprensa local. Paiva contou que o pastor alemão percorreu 8 km ao lado da ambulância – e refez o caminho, talvez um pouco mais aliviado na volta para casa.

Depois de contar a saga de Mandrake, o médico concluiu: “O paciente é cadeirante e vem frequentemente à UPA por causa dos ferimentos, por passar muito tempo deitado e sentado na mesma posição. Se existe amor mais verdadeiro, eu desconheço. Fomos atrás de água e comida para o cachorro ficar ao lado do amigo com um mínimo de conforto”.

No final de um dia cansativo, depois que o amigo recebeu alta, na volta para casa, Mandrake também não quis embarcar na ambulância. Ele preferiu acompanhar tudo a pé, caminhando ao lado da viatura. O motorista recebeu dirigir em marcha lenta, para que o pastor alemão pudesse acompanhar o tutor.

A frase: “O cachorro é o melhor amigo do homem” está longe de ser um clichê. Mandrake não sabia o que estava acontecendo, mas tinha certeza de que precisava ficar ao lado do tutor, “para servir e proteger”. Amor e amizade são fundamentais para a vida.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário