Cachorrinho entregue em abrigo chora todas as noites antes de dormir

Este filhote, entregue em um abrigo, chora todas as noites até dormir.

Adotar um cachorro é um ato de grande responsabilidade. Infelizmente, muitas pessoas recebem cães em casa e, no menor contratempo, não pensam duas vezes e desfazem-se dos animais. Este filhote foi entregue em um abrigo de “alta matança”.

Ele não conseguia entender o que estava acontecendo e passou dias chorando, esperando que os tutores voltassem para levá-lo de volta para casa. Isto nunca acontecia e o cachorro começou a choramingar pelos cantos, até que o cansaço o vencia e ele caía no sono.

Cachorrinho entregue em abrigo chora todas as noites antes de dormir

Alta matança

Nos EUA, a legislação sobre animais abandonados permite o extermínio em um prazo de 72 horas, caso os tutores não apareçam para resgatá-los (em caso de perdas), ou não apareçam candidatos interessados na adoção.

As leis americanas são definidas em cada Estado (muitas vezes, elas são diferentes de condado para condado). Os abrigos considerados “high kill” (alta matança) são geralmente órgãos públicos que abatem os cães e gatos recolhidos nas ruas e não reclamados a partir de três dias do resgate.

Cachorrinho entregue em abrigo chora todas as noites antes de dormir

Apesar de as leis americanas serem muito rígidas em relação aos maus tratos e negligência contra animais de estimação, as políticas adotadas na maioria das localidades ainda tratam a questão como problema de segurança e saúde pública.

Efetivamente, os cães abandonados (especialmente os de grande porte) representam um sério perigo para humanos e outros animais. Da mesma forma, cachorros e gatos podem transmitir zoonoses, prejudicando a saúde da população.

De qualquer maneira, existem formas humanitárias de encarar o problema, que não passam pelo extermínio em massa. Muitas organizações não governamentais atuam nos EUA para garantir qualidade de vida, providenciando a alocação de cães e gatos em novos lares amorosos e responsáveis.

A transferência

O cachorro entregue ao abrigo de “alta matança” – um filhote de pastor alemão, provavelmente mestiço – despertou a curiosidade e a piedade de muitas pessoas. Sempre esperando o retorno da família e sem parar de chorar, ele acabou sendo resgatado.

Alguns voluntários do Saving Carson, uma entidade de resgate, abrigo e encaminhamento de cães sediada em Gardena, na Califórnia (costa oeste dos EUA), tomaram conhecimento da situação do filhote.

Era uma tarefa urgente. O animal estava prestes a ser sacrificado. Uma equipe se deslocou até o canil em que ele estava, para conferir as condições. O filhote não parava de chorar, mas estava aparentemente bem de saúde.

Cachorrinho entregue em abrigo chora todas as noites antes de dormir

O filhote não mostrava sinais de infestações por parasitas e a aparência geral foi considerada boa. Provavelmente, ele foi retirado de casa e levado diretamente para o abrigo. Isto explica a reação do peludo e as condições em que estava.

O cachorro recebeu o nome de Jordy. Ele foi levado ao Saving Carson ainda muito novinho – os veterinários estimaram que ele tinha três ou quatro meses de vida. Isto significa que Jordy foi abandonado poucos dias depois de ter sido adotado, já que os filhotes costumam passar os dois primeiros meses com as mães, na fase da amamentação.

No novo espaço, Jordy pouco a pouco começou a interagir com os voluntários e com alguns visitantes do abrigo. Muito tímido e medroso, ele aprendeu a confiar nos tratadores e gradualmente passou a brincar com os outros cães.

Depois da avaliação veterinária e de um tempo para adaptação às novas condições, Jordy foi colocado finalmente para adoção. Alguns candidatos se apresentaram e a escolha recaiu sobre uma família residente em Gardena, onde fica o Saving Carson.

O vídeo mostra Jordy nos primeiros dias no novo abrigo. O progresso que ele atingiu em poucos dias é notável e garantiu uma nova oportunidade em pouco tempo. O filhote já está se adaptando ao novo lar e tem uma nova chance.

Amor e responsabilidade

Adotar um cachorro é uma decisão extremamente séria e grave. Trata-se de um compromisso de longo prazo – os cães vivem de 12 a 15 anos, em média – e as despesas são altas, onerando o orçamento doméstico com alimentação, brinquedos, acessórios, consultas médicas, vacinas, etc.

Para receber um filhote em casa, é preciso estar preparado para muita bagunça: eles sentem falta da mãe e dos irmãos de ninhada, exploram todos os ambientes (e podem inclusive sofrer alguns acidentes nestas aventuras), fazem sujeira, precisam ser treinados para obedecer e demandam tempo e dedicação.

Os cachorros são seres sencientes – isto é, eles reagem ao ambiente e sentem medo, tristeza, raiva, alegria, afeto. Os animais de estimação não podem ser tratados como simples objetos, que podem ser descartados quando perdem a serventia ou não correspondem às expectativas iniciais. Além de cruéis, o abandono, a negligência e os maus tratos também são considerados crimes, sempre passíveis de punição.

Por favor, compartilhe isso com seus amigos e familiares.


Ele pagou a consulta com as próprias economias. Este menino é um herói para o cachorro.

Continue lendo…


Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário