Cachorra abandonada se apega a bicho de pelúcia que era seu brinquedo favorito

Levada a um abrigo, a cachorra tem apenas um bicho de pelúcia para se lembrar da família.

Uma cachorra pitbull chamada Layla foi deixada em um abrigo em Nova York (costa leste dos EUA) e, desde então, ela passou a ter só um bicho de pelúcia para se lembrar dos “bons tempos” que viveu. Ela não larga o brinquedo por nada.

Animais de estimação são abandonados por suas famílias pelos mais diversos motivos – muitos deles fúteis: os peludos estão velhos demais, bagunceiros ou atrevidos demais, houve uma mudança e não há espaço.

Cachorra abandonada se apega a bicho de pelúcia que era seu brinquedo favorito
Rescue Dogs Rock New York City

Layla e o brinquedo

A cachorra pitbull tem uma história semelhante à de muitos cães e gatos que tiveram o azar de serem adotados por pessoas irresponsáveis. Certamente, há  motivos justificáveis para entregar um animal de estimação, tais como doenças, mudanças drásticas no padrão de vida, etc.

O ideal é que a família humana tente providenciar um novo lar para os pets com quem não pode mais conviver. Em último caso, eles podem ser entregues para abrigos conceituados. Os motivos para o abandono de Layla, no entanto, são muito fúteis.

Cachorra abandonada se apega a bicho de pelúcia que era seu brinquedo favorito
Rescue Dogs Rock New York City

À equipe do New York City Animal Shelter, a antiga tutora alegou que tinha cinco filhos e outros dois cachorros em casa – e não poderia mais viver com Layla. Convenhamos: é uma desculpa esfarrapada. Quem cuida de sete dependentes pode muito bem cuidar de oito, sem grandes esforços adicionais.

O abrigo municipal, no entanto, seguindo a legislação local, promove o abate dos animais abandonados ou resgatados das ruas e não reclamados. De acordo com a lei, o sacrifício pode ser realizado em até 72 horas, mas a entidade normalmente mantém os animais por duas ou três semanas, à espera de uma possível adoção.

Cachorra abandonada se apega a bicho de pelúcia que era seu brinquedo favorito
Rescue Dogs Rock New York City

Felizmente para Layla, uma entidade de defesa dos direitos dos animais, o Rescue Dogs Rock New York City, tomou conhecimento da história e conseguiu retirá-la do abrigo municipal. Com isso, a vida da pitbull foi salva, mas o destino ainda era incerto.

O Dogs Rock é uma entidade especializada no resgate de cães e gatos abandonados e negligenciados. A cofundadora Jackie O’ Sullivan disse à reportagem local que a família humana de Layla considerava a cachorra apenas como “um cachorro a mais”, podendo ser descartado a qualquer momento.

Cachorra abandonada se apega a bicho de pelúcia que era seu brinquedo favorito
Rescue Dogs Rock New York City

Felizmente, Layla teve a sorte de não ser abandonada na rua, mas a pitbull ficou atordoada com as mudanças súbitas – inclusive a troca de abrigo, que, se representou uma segunda chance para ela, foi também muito estressante.

De acordo com as informações recolhidas pelo Dogs Rescue, a cachorra era especialmente apegada a duas crianças da família, de dois e sete anos, e não conseguia entender o que estava acontecendo. Os informes foram obtidos nas redes sociais – os humanos de Layla não se dispuseram a reaver a cachorra, apesar dos esforços da equipe.

Layla reagiu muito mal à vida no abrigo. Ela se manteve isolada, sem interagir com os demais cães e gatos, e passou a arrastar o bicho de pelúcia para onde fosse. O brinquedo estava saturado de informações olfativas da família, que a cachorra não queria esquecer.

Cachorra abandonada se apega a bicho de pelúcia que era seu brinquedo favorito
Rescue Dogs Rock New York City

Ela arrastava a pelúcia pelo quintal, ficava com ele durante as refeições e não deixava ninguém se aproximar. Layla desenvolveu um mecanismo de compensação, com que tenta atenuar a perda da família e a vida em um local estranho.

O Dogs Rescue conseguiu alocar Layla em um lar provisório, para reduzir o estresse e a tensão da vida no abrigo. Na casa nova, mesmo em caráter temporário, a pitbull conseguiu relaxar e revelar a sua verdadeira personalidade.

Trata-se de uma cachorra brincalhona e afetiva. Layla se dá muito bem com crianças e é especialmente protetora em relação aos menores. Ela passou a explorar o quintal da casa nova e revelou-se muito atenta e guardiã, apesar de não largar o brinquedo de pelúcia.

Cachorra abandonada se apega a bicho de pelúcia que era seu brinquedo favorito
Rescue Dogs Rock New York City

Layla continua esperando um lar e uma família definitiva. Ela está recebendo cuidados de voluntários do Dogs Rescue e mostrou-se ajustada e estável, apesar da separação brusca por que passou, seguida por uma semana presa em uma gaiola no abrigo municipal.

A equipe do Dogs Rescue continua procurando novos tutores para Layla. Apesar da má fama dos pitbulls, tidos como violentos e agressivos, todos os testes revelaram que a cachorra é dócil, gosta de brincar e proteger a todos, especialmente os pequenos.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Deixe um comentário